quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

PULAR PARA A LIBERDADE ?

SALTO PARA A LIBERDADE?


Imagem tirada da Internet

SONETO

OLHEI  PENSATIVO PARA O LUAR,
E  ELE ! NUNCA MAIS APARECIA.
ENQUANTO EU ESTAVA A PENSAR,
PASSOU UMA SOMBRA FUGIDIA.

ERA O GUARDA QUE PASSAVA,
AINDA, COM TANTA ESCURIDÃO.
NÃO VENDO PARA ONDE SALTAVA,
BATI COM AS COSTAS NO CHÃO.

LEVANTEI – ME! COMECEI A CORRER,
EM DIREÇÃO AO PORTÃO DA RUA
  QUE SORTE! NINGUÉM ESTAVA A VER.

 A VIDA LINDA ,  QUE, LÁ FORA, CONTINUA,
E, SEM NINGUÉM SE APERCEBER,
DEI UM PULO, PR´ABRAÇAR A LUA.

abibliotecaviva.blogspot.pt


15-01-2014