domingo, 19 de janeiro de 2014

CONTROLO DA NATALIDADE


CONTROLO DA NATALIDADE

Dr Almerindo Lessa , 83 anos em 1993.
Extrato da entrevista dada ao Público Magazine , já citada anteriormente.

Continuava (1993) a presidir a vários organismos como a Sociedade de Teilhard de Chardin de Bruxelas, a Academia de Biopolítica do Luxemburgo , Centro de Gerontologia Social de Paris , a Liga Latina  de Gerontologia  e Geriatria  de Florença  e a Fundação Mundial para o  Estudo do Homem Africano de Dakar, a dar aulas e consultas, a dirigir programas  e seminários , a escrever, a viajar, a pesquisar , a alertar.

Diz “  O Controlo da natalidade é um problema que se nos põe cada vez com maior premência.
O Mao Tsé Tung, que cedo o percebeu, chamou um dia a Pequim o meu querido amigo  Josué de Castro*, para lhe perguntar como devia fazê-lo. E quando pensava que ele lhe ia recomendar a pílula, respondeu-lhe: “ Desenvolva economicamente a China senhor Presidente. Quanto mais as pessoas comerem menos filhos têm”

* Médico Brasileiro, autor da Geografia da Fome

É? Pergunta Mao Tsé Tung.

É. Porque se chamam proletários aos proletários?


Porque têm muita prole.
Muita prole e muita fome. Quando há falta de  determinadas proteínas , as hormonas  sexuais não  são queimadas pelo fígado  o que provoca grande excitação; além disso  eles não têm outras distrações…. Um dos processos de aumentar a produtividade dos porcos  e das galinhas  é pô-los em regime de subnutrição.

O que fez Mao Tsé Tung ?

Deu mais arroz aos chineses.Que não paravam de aumentar ,  depois, abrandaram. Até porque começou a sair-lhes caro ter crianças, pois passaram em termos de impostos,  a ser penalizados ; ninguém lá tem mais de um filho.

Cá dão-se subsídios.

Pois dão…
Cavaco Silva até criou uma comissão para estudar a nossa quebra da natalidade.
Melhor era que fizesse evoluir o País!
A natalidade baixou entre nós porque subimos na classe social  e, quanto mais se sobe socialmente, mais se evitam os filhos. Às vezes , evitam-se por maus processos , como o aborto. Lisboa chegou a ser a cidade da Europa onde se praticavam mais abortos. No tempo  em que eu era interno dos hospitais, realizavam-se cerca de 500 por dia...

Isso em que altura ?

 Na década de  40.

Mas essa época não era muito moralista?

Só na aparência ….

Faziam-se estatísticas?

Não . Nós calculávamos que  , por cada  mulher abortada que entrava num hospital em perigo de vida  devido a problemas surgidos ( perfurações do útero, infeções, hemorragias, etc. ) , havia 50 que abortava sem se saber. Cheguei a assistir   a uma média diária de 5 mulheres com problemas desses. Se não fosse a pílula, a situação seria atualmente (1993) muito complicada dada a liberdade existente. Penso que será difícil encontrar hoje , em Portugal ,  uma rapariga de 15 anos que seja virgem …

Mas isso é mau?

Desde que não haja violência, não. Não é mau nem bom , é indiferente .

Nota: Logo que oportuno postarei o que este Homem disse sobre a Sida, onde salienta , no fim, esta pérola;
 “Os jovens de hoje estão sem futuro. A Comunidade não os vai absorver, as pessoas não se sentem dignificadas. Os idosos não vêem reconhecida a sua experiência de vida, preciosíssima licenciatura que, em vez de ser utilizada, é depreciada. Os árabes dizem  que uma pessoa idosa que morre é uma biblioteca que arde, uma biblioteca de  livros únicos , de primeiras edições…

Espero que gostem e meditem!

Termino : Com humor " Um brasileiro deu conselhos ao Mao e ele aceitou !! Com tristeza,  passam-se duas décadas e a situação dos jovens continua pior ! Ninguém ouviu estes Homens ?
Agora com orgulho e tristeza  - Benditos países que tais filhos criaram e , deles,  pouco aproveitaram.


Publicado por:
Imagem do Álbum do autor

abibliotacaviva.blogspot.pt
19-01-2014.