quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

PROBLEMAS DOS IDOSOS

OS RESPONSÁVEIS TÊM SENSIBILIDADE PARA ESTES PROBLEMAS?


IDOSO
Imagem tirada da Internet.

À pergunta, respondeu o Dr. Almerindo Lessa, na sequência da entrevista que tenho vindo a postar:
“ Sensibilidades talvez tenham…. a Teresa Costa Macedo, por exemplo, que foi  Secretária de Estado da Família, era uma mulher muito atenta. O que, eles não têm é disponibilidade estão limitados nos seus cargos, metidos nas suas redomas, presos nas suas filosofias mercantilistas e imediatistas. Julgam que tudo se resolve com dinheiro, cm produtividade. Ora o nosso problema não é esse. O nosso problema não é a fome, embora se continue a morrer dela, o que é inadmissível. Isso acontece, no entanto, por questões políticas, não por questões técnicas, por problemas de distribuição, não por produção. È devido aos interesses da CE  e a outros que se destrói comida em vez de se a dar.



BIFES ARTIFICIAIS
Imagem tirada da Internet

 A ciência até já permite fazer bifes artificiais, que são ótimos, não há justificação nenhuma para a falta de alimentos que se verifica em alguns continentes. O nosso problema é o da desumanização, o do desequilíbrio da ecologia, como o da ecologia do envelhecimento. Também há uma ecologia do envelhecimento. Se formos aos Cárpatos, encontramos, à altura de 400 metros, centenas de aldeamentos onde a idade das pessoas é se conta por três algarismos.


IDOSO FELIZ
Imagem da Internet

É uma questão ecológica, de alimentação, de comportamentos, genéticos também. O mesmo se repete nos Andes e no Chile. E noutros locais. Em Paris, por exemplo, há mais de mil indivíduos com idade superior a 100 anos ainda a exercer ocupações.

EM  QUÊ  ?

Em várias coisas. São sobretudo consultores. Um idoso retém as capacidades intelectuais da mesma maneira que um jovem, apenas demora mais tempo a reagir, apenas precisa de fazer a reconversão das funções à sua idade. Repare-se na quantidade de inventos que são feitos por pessoas de 70 ou 80 anos de idade. Várias empresas estão a investir na sua reciclagem, como a Fiat e Volskwagen , cujos operários começam,  a partir dos 40 anos , a ser  observados por psicólogos . Passam, depois, a trabalhar menos para trabalhar melhor Em vez de sete horas por dia, durante cinco dias, trabalham três horas por dia. A sua experiência, a sua sabedoria torna-os preciosos como consultores. È preciso reorganizar toda a estrutura laboral, não faz sentido uma pessoa trabalhar sete, oito horas diárias, cinco ou seis eram suficientes.

 E A RENTABILIDADE? ATE O LIDER DA OPOSIÇÃO SOCIALISTA DESACONSELHA  A 
REDUÇÃO DOS HORÁROS DE TRABALHO.

Hão-de afogar-se todos na rentabilidade! De um momento para o outro, as coisas vão mudar e eles não vão perceber nada. A Alemanha Ocidental também estava cheia de valores de rentabilidade, de produtividade, etc. Deu-se a queda do muro, desaguou nela a Alemanha de Leste, os irmãos do lado de lá, e ficou tudo à brocha. O importante hoje é a solidariedade, é a compreensão.

NÓS PORTUGUESES, TEMOS UMA RAZOÁVEL POSIÇÃO HUMANISTA.

Temos, só que deu-se um acidente que rebentou a sua peça fundamental: a família. E não se lhe encontra substituta. Nos países onde ela persiste, os idosos não só não são abandonados como constituem a sua maior riqueza. Na China, por exemplo, os que atingem 60 anos iniciam, ao reformar-se, uma nova fase de cidadania.

Imagem da Internet

 Vão dirigir a casa, vão transmitir aos jovens a cultura de oito mil anos que herdaram, que acrescentaram, ou seja, vão participar a nível superior na vida da comunidade. Entre nós, é o contrário, são considerados desperdícios e sofrem uma espécie de eutanásia social.

NÃO SÃO SÓ OS REFORMADOS, SÃO TAMBÉM OS EXCEDENTÁRIOS OS DISPONÍVEIS.

Uma monstruosidade! É incrível ouvir certos políticos e economistas dizerem que a máquina torna as pessoas inúteis, a máquina deve tornar as  pessoas mais úteis , deve dignifica-las não anulá-las.

A resposta à pergunta “ PORQUE É QUE ISSO ACONTECE? “ , sendo o fim da entrevista,  será postada,  logo que seja oportuno.

abibliotecaviva.blogspot.pt

22-01-2014